5 dicas sobre como praticar o minimalismo na educação financeira de forma simples

Veja neste artigo o que é minimalismo na educação financeira e como esse conceito pode te ajudar com as finanças!

Com certeza, você já teve dúvidas sobre o que significa esse conceito e como ele pode ser útil na sua vida financeira, não é mesmo?

O minimalismo financeiro significa ter um estilo de vida financeira equilibrado, saber onde você está e o que é certo para você – e estar bem com isso.

Afinal, minimalismo é a prática de viver com o que é necessário para você e nada mais ou menos.

Misturar esta mentalidade com dinheiro pode produzir alguns resultados fantásticos e ajudá-lo a levar uma vida mais independente, mas por que você precisaria de minimalismo financeiro?

Bom, para simplificar, para que você possa assumir a liderança e o controle das suas finanças e finalmente tomar decisões mais sensatas.

Além disso, também pode ajudá-lo a se livrar de despesas que você nem sabia que tinha e ajudá-lo com as economias.

Portanto, aqui estão 5 dicas que o ajudarão com o minimalismo na educação financeira.

5 dicas sobre minimalismo na educação financeira

Um estilo de vida minimalista pode ter um enorme impacto positivo em suas finanças.

Desse modo, praticá-lo pode ajudá-lo a sair das suas dívidas, economizar dinheiro e construir algum tipo de riqueza.

Ter uma abordagem minimalista pode ajudá-lo a atingir os seus objetivos financeiros mais rapidamente e melhorar sua atitude enquanto você passa pelo processo de construção de um patrimônio.

Portanto, vamos conversar sobre exatamente como um estilo de vida minimalista pode melhorar suas finanças abaixo:

1. Crie um orçamento

O orçamento é a dica mais essencial para se tornar um minimalista financeiro.

Sendo assim, comece anotando todas as despesas que você tem a cada mês (coisas como aluguel, parcela do carro, mensalidade escolar), semi-essencial e luxo.

Isto o ajudará a ver o quanto você gasta em tudo e até mesmo o ajudará a encontrar algumas despesas ocultas, como os gastos em restaurantes, por exemplo.

Manter uma poupança como um fundo de emergência, cortando os luxos e estreitando o semi-essencial não é apenas uma boa maneira de economizar algum dinheiro, mas é um passo para ser autossuficiente.

2. Possua mais clareza sobre as suas necessidades especiais

A vida minimalista tem tudo a ver com deixar ir o que não importa em sua vida e concentrar-se no que importa.

Sendo assim, as coisas que importam para você normalmente girarão em torno de seus valores fundamentais.

Uma vez identificados, eles podem ajudá-lo com o processo de eliminação (viver com menos) e assumir uma abordagem mais minimalista na sua vida.

Por exemplo, digamos que você adora viajar, mas ao invés disso, você se vê passando horas sem sentido no shopping comprando coisas de que não precisa.

Em vez disso, comece a colocar esses fundos de reserva em uma conta de viagem para as experiências que realmente o farão feliz.

Portanto, um estilo de vida no conceito de “minimalismo na educação financeira” pode ajudar você a aprender quais são os seus valores fundamentais.

Se você ainda não o fez, foque na identificação dos seus valores essenciais, fazendo a si mesmo estas perguntas:

  • Quais são as coisas e experiências que realmente importam para você?
  • Quando você olha como você gasta o seu dinheiro hoje, os seus gastos estão alinhados com esses valores?

3. O minimalismo na educação financeira ajudará você a gastar menos

Quando você possui um estilo de vida minimalista em suas finanças, isso pode fazer com que você gaste menos dinheiro.

Muitos de vocês talvez discordem, porque comprar menos não significa necessariamente gastar menos.

Afinal, muitas vezes, as pessoas compram coisas porque são baratas e parecem ser uma grande barganha.

No entanto, isto pode levar a comprar demais, ou coisas que não precisamos em primeiro lugar.

Em vez de se concentrar nos seus valores essenciais (as coisas que realmente importam), torna-se então um foco na próxima venda e na próxima barganha.

Como resultado, você pode realmente acabar gastando mais dinheiro em vez de menos.

E, é mais provável que você compre coisas que não estão alinhadas com os seus valores essenciais e não lhe tragam muita satisfação a longo prazo.

Portanto, em muitos casos, comprar menos significa gastar menos, o que, por sua vez, significa mais dinheiro no bolso para pagar as dívidas, economizar e investir.

4. Negocie o pagamento das suas dívidas

Em linha com o ponto anterior, comprar menos como parte do minimalismo na educação financeira significa ter mais dinheiro para investir em coisas que são importantes para você.

Coisas como sair de uma dívida!

Quanto mais dinheiro você acumular contra as suas dívidas, mais rápido você poderá sair do ciclo de endividamento e começar a colocar mais do seu dinheiro em direção aos seus objetivos financeiros e de vida.

Portanto, essa é uma abordagem vantajosa para todos: compre menos, tenha mais, pague a dívida e construa riquezas.

5. Na educação financeira, viva abaixo do seu orçamento com um estilo de vida minimalista

Um estilo de vida minimalista pode ajudar você a viver abaixo de suas possibilidades.

Desse modo, ele ajuda a evitar que você faça compras por impulso e ensina a apreciar experiências em vez de se concentrar em coisas materialistas.

Mais uma vez, isso o ensinará a descobrir as suas necessidades versus desejos, o que irá diminuir os seus gastos e pode ajudá-lo a economizar mais dinheiro.

Além disso, uma vida minimalista exige que você dê um passo atrás e reveja a sua situação financeira.

Algumas pessoas decidem fazer coisas como, por exemplo, reduzir o seu espaço de moradia para uma casa mais acessível.

Reduzir o tamanho também ajuda a eliminar a desordem e pode evitar a tentação de acumular mais coisas porque você não terá espaço para isso.

Portanto, se você está vivendo além de suas possibilidades, um estilo de vida minimalista pode ajudá-lo a fazer as mudanças necessárias para adquirir melhores hábitos financeiros.

Com certeza, ao seguir o minimalismo na educação financeira, a sua chance de obter mais paz, equilíbrio e controle financeiro será bem maior.

Gostou do nosso artigo sobre o assunto? Aproveite e compartilhe com amigos e familiares que se interessam por educação financeira!

Dúvidas? Deixe abaixo nos comentários!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *