5 lições essenciais sobre educação financeira para adolescentes

Descubra neste artigo 5 lições essenciais sobre educação financeira para adolescentes. E tenha sucesso ao ensinar sobre o assunto!

Ao falar com adolescentes sobre dinheiro, você aprenderá rapidamente que muitos acreditam que são especialistas no assunto.

Como adolescentes, eles entendem que você vai trabalhar para ganhar dinheiro. E que é preciso ter grana para pagar as contas e comprar coisas.

Além disso, a maioria dos adolescentes também sabe que economizar dinheiro e doar para causas, e aqueles menos afortunados, é essencial.

Se seu filho adolescente já descobriu tudo isso. Ele está no caminho certo para administrar o seu próprio dinheiro.

Nós adultos sabemos, no entanto, que ainda há muito mais para eles aprenderem.

À medida que as crianças amadurecem e começam a conquistar o seu próprio dinheiro e a tomar suas próprias decisões de gastos, a preocupação se torna maior.

É aí que temos que levar a sério nosso trabalho como pais.

Portanto, aqui estão 5 lições essenciais sobre educação financeira para adolescentes que podem te ajudar nessa tarefa!

Boa leitura!

5 dicas sobre educação financeira para adolescentes

1. Necessidades versus Desejos

Em primeiro lugar, o seu filho pode pensar que precisa do mais recente smartphone, videogame ou mesmo de um carro para o seu dia a dia.

E esteja preparado para um raciocínio bem pensado. Se você questionar por que eles acham que isso é uma necessidade.

Embora seu filho possa ter algumas boas razões para chamar algo de necessidade. Certifique-se de que você seja firme e dê exemplos ao discutir a diferença entre necessidades e desejos.

Afinal, um smartphone pode ser uma necessidade. Mas o smartphone mais novo é somente um desejo. E este desejo pode custar muito caro.

Sem um novo videogame, eles podem sentir falta de jogar com seus amigos online. Mas ainda é um desejo, não uma necessidade.

Não queremos enviar uma mensagem a nossos filhos de que os seus desejos não importam.

Entretanto, se eles fizerem um orçamento para as suas necessidades e tiverem um fundo de emergência no caso de algo inesperado acontecer, eles podem criar contas de poupança para suas necessidades e desejos.

Praticar a gratificação tardia resistindo ao impulso de comprar coisas por capricho ajudará a evitar que eles se endividem no futuro.

2. Gaste menos do que você ganha e economize a diferença

Seu filho adolescente entende números negativos da aula de matemática. Portanto não deve ser difícil transferir isso para a questão do dinheiro.

Sendo assim, explique que quando você gasta consistentemente mais do que ganha, acabará tendo um saldo negativo na conta.

Precisamos ensinar aos adolescentes que, se você gastar cada real que entra, nunca vai conseguir poupar dinheiro.

Afinal, quando você gasta menos do que ganha, você pode pagar as suas contas. Evitar dívidas de cartão de crédito. Economizar nas coisas que deseja e até mesmo investir para seu futuro.

O objetivo do seu filho adolescente deve ser o de aumentar essa diferença.

Portanto, quanto maior a diferença entre o que eles ganham e o que eles gastam, mais rapidamente as suas economias crescerão.

3. Acompanhe as despesas e inicie um orçamento na educação financeira para adolescentes

Se seu filho tem um emprego, recebe uma mesada ou tem dinheiro de presentes em uma conta, ele deve rastrear o que gasta e estabelecer um orçamento simples.

A maioria dos adolescentes ficam surpresos ao ver para onde vai o seu dinheiro quando começam a rastrear todos os seus gastos.

Dessa maneira, uma ótima ideia é indicar um aplicativo de controle de gastos para melhorar a educação financeira para adolescentes. Uma ótima opção é o Organizze.

Uma vez que eles tenham uma melhor noção de quanto gastam e em que categorias, seu filho pode criar um orçamento simples com os mesmos aplicativos de gerenciamento de dinheiro.

4. Economize, mas comece a investir cedo

Quando o seu filho adolescente começar a fazer orçamentos e trabalhar para aumentar a diferença entre ganhar e gastar, ele terá mais dinheiro para economizar. Neste ponto, é claro que é importante saber como poupar dinheiro ganhando pouco.

Portanto, considere introduzir ao seu filho as contas de poupança. Com juros altos para financiar objetivos financeiros a curto prazo.

Embora os juros que eles ganham em saldos de contas pequenas possam não ser significativos, ensine-lhes como esse tipo de rendimento pode valer a pena no longo prazo.

Uma vez que os adolescentes tenham acumulado algumas economias, eles devem considerar investir também. Por isso é importante, desde cedo, aprender a investir para não cometer erros bobos no mercado financeiro.

Dessa maneira, quanto mais tempo o dinheiro deles for investido, mais riqueza eles construirão ao longo do tempo. Mesmo que depositem pequenas quantias.

5. Use o poder dos juros compostos para ensinar sobre educação financeira para adolescentes

Seu filho agora entende porque ele deve usar uma conta poupança com juros altos. Afinal de contas, os adolescentes adoram dinheiro!

Entretanto, por que eles deveriam se contentar com um banco local dando apenas alguns centavos de juros quando um banco online permite que você ganhe mais?

Agora é hora de mostrar-lhes o poder dos juros compostos. Quando eles investirem dinheiro, e eles começarem a ganhar dinheiro. Eles continuarão ganhando juros sobre os juros. Por isso é importante saber pelo menos o básico do mercado financeiro.

Se eles deixarem o dinheiro investido durante várias décadas, verão a “magia” ou o poder da composição. Mesmo que nunca acrescente mais dinheiro ao investimento inicial.

Use o tempo a seu favor

O tempo é o fator crítico na construção de riqueza através da composição. Quanto mais cedo seu filho começar a investir dinheiro, mais ele ganhará a longo prazo.

Entretanto, é muito importante apresentar os conceitos de investimentos. Com calma e não permitir que eles utilizem todo o dinheiro em investimentos de renda variável, por exemplo.

Portanto, ensine cada um destes conceitos aos poucos. Faça uma análise do perfil de investidor do seu filho adolescente, antes de escolher o que é melhor para ele.

Com certeza, com essas dicas sobre educação financeira para adolescentes a chance de eles cuidarem do próprio dinheiro com consciência se torna muito maior.

Além disso, não se esqueça que os jovens amam tecnologia. Ou seja, utilize aplicativos a seu favor na hora de educá-los financeiramente.

Gostou do nosso artigo sobre educação financeira para adolescentes? Aproveite e compartilhe com os seus familiares e amigos nas redes sociais!

Dúvidas? Deixe abaixo nos comentários!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *