Como acertar na gestão do trabalho híbrido: Home office e presencial

Descubra neste artigo como fazer a gestão do trabalho híbrido da sua equipe de forma objetiva e eficaz!

O trabalho híbrido tem feito parte da realidade de muitos brasileiros, principalmente nos últimos meses, devido à pandemia.

Muitas empresas passaram a adotar esse sistema de trabalho e inclusive, perceberam que é possível reduzir gastos e atingir as metas de forma eficiente.

Entretanto, alguns gestores se perguntam sobre como é possível ter uma gestão do trabalho híbrido de forma eficaz, tanto no home-office como no presencial?

Pensando nisso, preparamos este artigo para ajudar você a esclarecer todas essas dúvidas de forma objetiva.

Boa leitura!

Afinal, o que é trabalho híbrido?

Em sua essência, o trabalho híbrido é uma forma de trabalho flexível.

Desse modo, enquanto o trabalho flexível geralmente significa que um funcionário decide, com seu empregador, os horários de início e fim que lhe convém, o trabalho híbrido normalmente se refere ao local de onde um funcionário trabalha.

Sob um acordo de gestão do trabalho híbrido, os funcionários dividem seu tempo entre o escritório e o trabalho remoto. Seja de casa ou de algum outro espaço em outra localidade.

Dependendo da empresa para a qual trabalham, a proporção dessa divisão pode ser determinada tanto pelo próprio funcionário quanto por seu empregador.

Na verdade, o trabalho híbrido não é algo tão recente. Para muitos, trabalhar alguns dias da semana a partir de casa tem sido a norma durante anos.

Entretanto, a pandemia da Covid-19 tornou o trabalho híbrido ainda mais comum, principalmente devido à necessidade de distanciamento social nos escritórios.

Para muitos funcionários, o trabalho híbrido parece ser uma evolução natural do trabalho flexível.

Afinal, o trabalho híbrido lhes dá o poder de escolher seu ambiente de trabalho ideal também.

Os prós e contras

Em primeiro lugar, ao pensar na eficácia na gestão do trabalho híbrido, é preciso pensar em quais são as vantagens e desvantagens deste sistema.

Pensando nisso, reunimos os prós e contras dessa forma de trabalho, veja abaixo:

Prós da gestão do trabalho híbrido

Equipe mais feliz: Além de tornar mais viável um equilíbrio saudável entre trabalho e vida do funcionário.

Sendo assim, ser permitido trabalhar sem supervisão constante pode ter o efeito de levantar o espírito dos funcionários e melhorar o relacionamento com o gerente.

Menos despesas

Com menos espaço necessário para acomodar a equipe, os empregadores em todo o mundo estão reduzindo os escritórios e a sede.

Isso gera uma economia de dezenas de milhares de reais por ano no aluguel, além de reduzir bruscamente o valor da energia elétrica e outras contas fixas.

Economia de custos para os funcionários

Para a maioria, trabalhar em casa – mesmo que apenas alguns dias por semana – é muito mais acessível do que utilizar o transporte diariamente.

Desse modo, gasta-se menos dinheiro com gasolina, passagens de ônibus ou trem.

Como resultado, existe a economia daqueles cafés e salgados consumidos no caminho do trabalho. Muitos funcionários relatam ter mais renda disponível no final de cada mês.

Aumento da produtividade: Alguns funcionários prosperam em escritórios movimentados.

Outros preferem a paz, a tranquilidade e a conveniência de trabalhar sozinhos em casa.

Dessa maneira, com um esquema de gestão do trabalho híbrido, os funcionários podem escolher o ambiente que funciona melhor para eles com base na tarefa em questão.

Mais amplo grupo de recrutamento

Antes de mais nada, é importante dizer. Os empregadores que oferecem esquemas de trabalho híbridos não estão mais limitados a contratar talentos que por acaso vivem nas proximidades.

Sabendo que eles podem trabalhar principalmente em casa, as viagens de ida e volta são de repente muito menos problemáticas para o pessoal, considerando uma função em sua empresa.

Isso acaba expandindo a oportunidade de recrutar os melhores talentos para a sua empresa.

Contras da gestão do trabalho híbrido

Perda da cultura da empresa

Com parte da equipe trabalhando parcial ou totalmente de casa, pode ser difícil manter um senso de camaradagem e a cultura da empresa.

Isto é especialmente verdade no caso dos gestores que formaram a equipe depois que um esquema de trabalho híbrido foi lançado. Eles não terão ideia de como as coisas estavam quando a equipe estava totalmente baseada no presencial.

A criatividade pode ser afetada

Por melhores que sejam as plataformas como Zoom e Google Meet, para tarefas criativas e colaborativas especialmente, é muitas vezes melhor estar reunido na mesma sala.

Afinal, o trabalho remoto também significa que aqueles comentários fora do escritório e conversas casuais que tantas vezes resultam em grandes ideias acontecerão com muito menos frequência.

Sentimentos de divisão e discriminação

Como seres humanos, é natural que formemos laços com aqueles que passamos muito tempo ao nosso redor.

Isto pode resultar rapidamente em uma cultura de presenteísmo sob um arranjo de trabalho híbrido.

Falhas na comunicação: Com alguns funcionários no escritório e alguns trabalhando em casa, é fácil fazer suposições e erros no que diz respeito ao compartilhamento de informações e críticas de tarefas.

Risco de perda ou uso indevido de dados

Com alguns funcionários trabalhando remotamente, os empregadores têm razão em se preocupar com a segurança dos dados da empresa e dos clientes.

Além disso, isto se torna uma ameaça ainda maior quando o pessoal está transportando o hardware da empresa, como laptops e discos rígidos dentro e fora do escritório com regularidade.

Conclusão

Como foi possível analisar, é preciso ter muita atenção em relação a cada detalhe e analisar cada um dos prós e contras ao considerar a gestão do trabalho híbrido.

Afinal, um simples erro em um compartilhamento de informação ou compartilhamento de dados, pode acarretar grandes problemas para a sua equipe e para a sua empresa.

Além disso, é preciso observar o rendimento da equipe nesse tipo de sistema de trabalho. Caso o desempenho diminua com frequência e a entrega não seja a mesma, é preciso considerar a volta do sistema tradicional.

Gostou do nosso artigo sobre como acertar na gestão do trabalho híbrido? Aproveite e compartilhe com os seus colegas de equipe que se interessam pelo assunto!

Dúvidas? Deixe abaixo nos comentários!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *