Meu impossível a Deus!

Hoje gostaria de fazer uma partilha com vocês sobre a importância de levarmos a Deus a nossa vida, os nossos impossíveis para, assim, sermos testemunhas da Sua ação em nós!

A fim de nos auxiliar em nossa reflexão vamos tomar a experiência de uma mulher que por 12 anos padeceu com uma hemorragia. (Mc 5, 25-34). Quanto sofrimento acompanhou essa mulher!

Ao nos contar essa história o evangelista Marcos nos diz que, mesmo tendo ido a vários médicos e gastado, em função disso, todos os seus recursos, além de nada resolver, ela piorava ainda mais. Porém, um dia, essa história estava prestes a mudar, já que “tendo ouvido falar de Jesus” ela toma a decisão de ir até Ele e tocar-Lhe as vestes…

Penso que podemos dizer que, a partir desta sua decisão, é inaugurada para ela uma nova vida, pois ao ouvir falar de Jesus algo muda dentro dela! E assim ela parte em direção ao Sagrado, levando consigo o seu impossível, mas, sobretudo, a sua fé! É, justamente, essa experiência que somos convidados a viver neste dia!

Uma decisão capaz de mudar uma vida

Assim como essa mulher somos chamados a tomar, hoje, essa decisão: Levar a Jesus a nossa vida, o nosso impossível, crendo, de todo o coração que Ele pode dar um jeito! Portanto, seja o que for que estejamos vivendo, a partir da experiência de vida dessa mulher podemos colher, no mínimo, duas importantes lições:

  1. Precisamos ouvir falar de Jesus, deixar-nos tocar por Suas Palavras para vermos a fé crescer em nosso coração;
  2. Importa tomar uma decisão: Ir ao encontro de Jesus e, assim, encontrar Nele as nossas respostas.

Muitas vezes batemos, também, em tantas portas, ao longo da vida, não é verdade? O fazemos na tentativa de encontrarmos respostas às nossas lutas, dores, vazios e, até mesmo enfermidades que consideramos impossíveis. E com isso, vamos deixando lá as nossas riquezas, nossa saúde física, emocional, nosso amor e esperança, até que nos vemos, assim, desanimados e reconhecemos, afinal, que nossas respostas não estavam lá.

Mas, pense comigo, se aquela mulher não tivesse se aberto, dado tempo para ouvir o que lhe falavam acerca de Jesus o seu coração não teria se enchido de fé e sua esperança não teria se renovado. Logo, ela só conseguiu ir ao encontro de Jesus porque, primeiramente, ouviu sobre Ele. Então, abra-se para ouvir falar de Jesus! Mas como? Talvez você possa se perguntar! Participe da Santa Missa, de Grupos de Oração (mesmo que On-line), leia a Palavra de Deus e veja, assim, suas forças e fé renovadas!

A consequência de sua decisão: A libertação almejada

O evangelista conclui sua narrativa afirmando que ao sentir que Suas vestes foram tocadas, imediatamente, Jesus percebe que saiu de Si uma força e o que acontece com aquela mulher? Ela é, então, finalmente curada.

Pois bem, o que podemos aprender a partir da história dessa mulher que nos foi apresentada? Aprendemos que ao ouvir falar de Jesus, ir ao Seu encontro e tocar-Lhe, com nossa fé, encontramos Nele a força capaz de nos curar e libertar de todo e qualquer mal, pois Ele é, verdadeiramente, a resposta para nossas perguntas!

Diante disso, que tal fazermos juntos essa experiência? Acredito ser impossível que ao ouvirmos falar de Jesus, não O amemos e ao amá-Lo, não O queiramos seguir.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *