Não se cobre tanto!

Diante de tantos afazeres e urgências do nosso dia a dia, é entendível que nos automotivemos e busquemos sempre dar o nosso melhor.

No entanto, é preciso saber colocar limites nas cobranças consigo mesmo, pois não somos e nem precisamos ser perfeitos.

Entender esta verdade é essencial para que não fiquemos olhando com lupa para erros e fraquezas. Somos seres em construção e estamos o tempo todo aprendendo.

Saiba tirar lições de tudo!

Faça sempre sua parte, se esforce ao máximo e não meça esforços para que aquilo que você deseja realizar dê certo. Dedique-se e faça tudo o que estiver  ao seu alcance.

Entretanto, se, ainda assim, as coisas não saírem como planejado e esperado, busque olhar para o caminho percorrido e tente observar os aprendizados gerados.

É de Thomas Edison, empreendedor e grande inventor, a frase que diz: “Uma experiência nunca é um fracasso, pois sempre vem demonstrar algo”.

Conta-se que, certa vez, um repórter, ao entrevistá-lo, perguntou como ele se sentia por ter fracassado 25.000 vezes antes de conseguir inventar uma bateria e ele com naturalidade respondeu:

Não sei por que você acha que foi um fracasso. Hoje eu conheço 25 mil maneiras de como não fazer uma bateria. E você, o que sabe?”.

É preciso saber olhar com olhos bondosos para os aparentes fracassos, pois eles podem nos ensinar valiosas lições se estivermos dispostos a parar para aprender.

Não se importe tanto com o julgamento do outro!

Existe dentro de nós um desejo de sermos reconhecidos e valorizados. No entanto, este anseio natural não pode se transformar em uma jaula para nós. 

Não é saudável agir e viver a vida sempre esperando que o outro nos aprove, reconheça o que fizemos, elogie ou concorde conosco. Se entrarmos neste círculo vicioso, quando a aprovação ou o reconhecimento não vier, nossa vida trava.

É importante saber olhar para si mesmo e reconhecer o que se faz de bom e o que se faz de errado. Esta observação não é fácil, mas se for feita com certa constância vai se tornando uma prática. 

Perceba que não estou dizendo que a opinião do outro não é importante, pois aprendemos muito com o auxílio do outro. Estou dizendo que não devemos ser escravos da opinião do outro.

Descubra quais são os seus valores e referenciais do que é bom, do que deveria ser feito e vá se observando. Quanto mais for chegando próximo disso, mais você estará no caminho certo.

Não fique se comparando com outras pessoas e realidades diferentes das suas. Olhe para si mesmo e perceba as evoluções alcançadas.

Um dia de cada vez…

Ao finalizar o dia, olhe para si mesmo… olhe para o que foi feito naquele dia. O que deu certo ou errado aos seus olhos diante do que havia planejado?

Com esta análise, você perceberá o que foi acerto naquele dia e o que você tirou como lição/aprendizado para o próximo dia. Compare-se um dia após o outro e perceba o seu crescimento e sua evolução. 

Exemplos não faltam…seja na maternidade ou paternidade, seja nas relações sociais ou no trabalho, seja no seu desenvolvimento humano ou em outra situação que você esteja vivendo. Todos nós poderemos ser melhores amanhã do que fomos no dia de hoje.

Cada novo dia é uma chance nova. Se estamos no  caminho certo, basta ir aprimorando; se o caminho está equivocado, também há a chance de mudar a rota.

O importante é olhar sempre para si mesmo e para o que tem vivido e, principalmente, olhar com paciência e amor. Não se cobre tanto!

Para fechar, fiquemos atentos a dois pontos:

#1 Nem tudo se pode controlar. 

Saiba que algumas coisas não estão ao seu alcance, isto é, fogem ao seu controle. Entender isso é importante para não sofrer demasiadamente por algo que não está em suas mãos modificar. Saiba entender e aceitar isso…a vida fica mais leve. 

#2 Tenha uma visão otimista.

Acredite em si mesmo. Se é um hábito ruim que você quer modificar, tenha calma e vá com força de vontade. Com calma, paciência e amor, tudo pode ser conseguido. Não desista de si mesmo. Nunca!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *