O básico do Mercado Financeiro e dos Investimentos

Tem dinheiro na poupança? Já pensou em investir, mas tem medo porque não sabe nem o básico do mercado financeiro e dos investimentos? Venha comigo neste artigo que vou te apresentar os principais conceitos.

Depois de gerar uma poupança, é hora de fazer o dinheiro trabalhar para você. Para isso, entender o básico do mercado financeiro e dos investimentos é essencial.

Caso tenha dúvidas se deve realmente fazer isso, é só pensar: se não investir, então será exatamente como se tivesse colocado um maço de verdinhas embaixo do colchão.

O dinheiro parado não vai manter o valor para sempre. Lembre-se que os produtos numa economia estão todos os dias ficando mais caros, isso é o chamamos de inflação.

A cada dia menos e menos mercadorias podem ser comprados com os mesmos R$.

Portanto, na prática, deixar o capital sem investimento é perder dinheiro.

Sabe uma outra coisa interessante? Na maioria das vezes, deixar o dinheiro na poupança — aplicação mais comum entre pessoas físicas no Brasil — também é perder dinheiro.

Isso acontece porque a poupança não rende nem o suficiente para compensar a inflação.

A maior dificuldade de investidores de primeira viagem é descobrir qual é o melhor investimento. A resposta para essa pergunta é muito simples: não existe — com exceção de alguns bem ruins, como a poupança.

Todo investimento é bom ou ruim, isso vai depender do que você está procurando. Mas existem formas de avaliar isso com estes dois conceitos que vou apresentar agora:

O básico do mercado financeiro: Risco e Retorno

Risco pode ser entendido como quão bruscas e grandes são as mudanças no valor de um investimento.

Os Títulos da Dívida Pública, por exemplo, tem risco muito baixo.

Os pré-fixados, para se ter uma ideia, informam o investidor até mesmo quanto ele receberá no vencimento do contrato. Isso de forma exata, até os centavos!

As ações, por outro lado, tem risco maior. Isso porque o valor delas depende da performance de uma empresa privada.

Então, se o executivo da empresa tomar uma decisão errada, o investidor pode perder muito dinheiro. Mas existem formas de contornar esse risco. Por exemplo com estudos fundamentalistas ou gráficos.

Outros mercados, como o mercado de derivativos, são de risco altíssimo. Depende das expectativas dos investidores do mercado financeiro e outras variáveis.

Você deve estar se perguntando, por que eu escolheria um investimento de alto risco? Porque existe uma regra básica no Mercado Financeiro: quanto maior o risco, maior o retorno. Se quiser ganhar mais, vai ter que se arriscar.

O básico do mercado financeiro: Liquidez

Quanto mais rápido o investidor consegue se livrar de um investimento transformando-o em dinheiro, mais líquido esse investimento é. Ou seja, a liquidez é a capacidade de vender para alguém um título, ação, contrato ou qualquer outro ativo.

Existem investimentos que “prendem” o dinheiro por meses ou anos, esses não são muito líquidos.

As ações são bem líquidas, uma vez que quase sempre será possível vender as que você tem e converter isso em dinheiro. Durante o pregão da Bolsa de Valores é comum que existam pessoas procurando ações para comprar e vender.

Imóveis têm liquidez muito baixa, afinal não é todo dia que se acha um comprador para uma casa, por exemplo. Assim, normalmente, é preciso esperar meses para a venda.

É comum que investimentos com liquidez menor tenham maior rentabilidade, isso porque existe o risco do seu dinheiro ficar ‘preso’. O inconveniente é não ter o dinheiro sempre que precisar.

Conclusão: e então, qual investimento fazer?

  • Pergunte-se se quer um investimento de curto ou longo prazo. Se for de curto prazo, deve priorizar investimentos de liquidez alta e risco moderado. Ações seria uma boa opção.
  • Pergunte-se se quer investimentos de riscos e retornos baixos ou deseja assumir o risco em favor de altos retornos. Caso queria baixos riscos, títulos do governo é uma ótima opção. Se quiser riscos moderados para altos, compre cotas num fundo de investimento.
  • Quanto tempo você terá para investir e qual modalidade deseja? Se for muito tempo, pode fazer vários investimentos por dia, como um Day Trader (o risco é alto). Se não tiver tempo, pode comprar uma carteira de ações e deixar muitos anos ou ver como anda uma vez por semana.

Espero que tenha gostado deste artigo sobre o básico do mercado financeiro e dos investimentos. Lembre-se que o primeiro passo é poupar e depois fazer o dinheiro trabalhar para você.

Qualquer dúvida, por favor, deixe nos comentários, será um prazer te ajudar.


Veja ainda aqui no Portal TargetDev

Como funciona a restituição do Imposto de Renda
Personal Branding para Líderes


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *