Saiba porque o ROI é importante para a sua empresa e aprenda a calcular

ROI significa Retorno Sobre o Investimento e a sigla vem do termo em inglês “Return On Investment”. Assim, se você deseja ver a sua empresa decolar e alcançar o sucesso, com certeza já sabe que precisa investir nela, não é mesmo? 

Foto do site pixabay

Mas, supondo que você tenha investido, por exemplo, em campanhas de marketing, treinamentos de vendas, aquisição de ferramentas de gestão ou mesmo em novas estratégias de retenção de clientes, como saber se, de fato, você fez um bom negócio?

Tem um jeito de saber e é sobre ele que vamos falar neste artigo!

ROI – Retorno Sobre Investimento

O ROI é uma abreviação de um termo em inglês, “Return On Investment”, que traduzido é o mesmo que Retorno Sobre Investimento.

Em outras palavras, ROI é uma métrica que permite saber o quanto uma empresa ganhou (ou perdeu) nos investimentos que fez, sobretudo na área de Marketing, ou seja, esse resultado tanto pode ser positivo quanto negativo.

Desta forma, pode-se dizer que ele é um indicador gerencial e seu uso serve para entender o resultado final de uma ação ou campanha, em termos financeiros. Com o ROI também é possível mensurar custos com treinamentos e novas ferramentas.

O ROI é, portanto, um dos mais importantes indicadores financeiros que podem ser usados em uma empresa.

Objetivo

O objetivo do ROI é permitir a avaliação de ações e projetos que dependem de investimento, de modo a saber se dão retorno adequado, ou seja, se vale mesmo a pena investir neles e se precisa ser feito algum ajuste.

Com o ROI é possível entender a lucratividade de um investimento independente ou mesmo comparar os retornos de vários investimentos.

Importância

A importância do ROI está no fato dele tornar possível o planejamento de metas com base em resultados concretos e entender se vale ou não a pena investir em algo. Além disso, com ele você pode otimizar resultados que já estão dando certo, para que alcancem um desempenho ainda melhor.

ROI e Marketing Digital

No entanto, no que diz respeito às ações de marketing digital, embora sejam confiáveis e eficazes, podem gerar resultados diferentes, conforme o nicho de mercado ou o público-alvo, por exemplo. Por isso é fundamental acompanhar o ROI para saber quais são as maiores fontes de lucro, quais os canais de comunicação mais eficazes, se o desempenho das campanhas segue como esperado, se o processo de vendas é eficiente, dentre outras perguntas, cujas respostas levam a saber se determinado investimento vale a pena.

Foto do site pixabay

Por fim, umas das características mais importantes do ROI é proporcionar a capacidade de entender as mudanças de circunstâncias e reagir a elas prontamente.

Vantagens

Tendo em vista a importância do ROI na gestão de uma empresa, veremos, agora, um resumo de suas vantagens:

  • Fácil de calcular e fácil de entender;
  • Permite realizar um plano de ação;
  • Capacidade de potencializar os lucros;
  • Permite acompanhar a evolução de empresa e mensurar seus resultados;
  • Ajuda na hora de tomar decisões; 
  • Possibilita cortar gastos desnecessários e aumentar os lucros;
  • Com acompanhamento constante, produz resultados duradouros;
  • Fortalecimento da cultura empresarial, auxiliando na formação de um olhar analítico sobre o trabalho, focado nos resultados e entendendo melhor como funciona a empresa.

Riscos e limitações

Mesmo sabendo utilizar corretamente o ROI, é importante ter em mente que ele não elimina os riscos ou incertezas de um investimento futuro. Afinal, projeções de lucro líquido podem ser muito otimistas ou pessimistas demais.

Outro ponto a ser considerado é que a comparação entre investimentos, em relação ao ROI, precisa levar em conta, também, o período de tempo de cada investimento. Nesse sentido, o cálculo do ROI anual pode ajudar.

Existe o risco de não incluir todos os custos no cálculo do ROI, gerando um resultado equivocado. Além disso, ao calcular esse retorno, é necessário conhecer bem a origem dos números utilizados, bem como se certificar de seguir o mesmo padrão de cálculo.

Não há dúvidas de que o ROI ajuda no processo de tomada de decisão em uma empresa. Entretanto, essa métrica, sozinha, pode enganar e, por isso, o ideal é sempre ter outros KPIs complementares para tomar decisões mais assertivas.

Como calcular

O cálculo do ROI é simples. Sua fórmula é a seguinte:

ROI = (receita gerada – custos) / custos

Entendendo bem a receita e o custo no cálculo do ROI

Apesar de ser um cálculo simples, é essencial utilizar bem os números disponíveis e ter clareza sobre o que se considera receita e o que se considera custo.

A receita é todo valor financeiro que entra no caixa da empresa, em decorrência de um investimento avaliado. Isso significa a necessidade de utilizar, no cálculo, somente os ganhos que venham exclusivamente desse investimento específico.

O custo, por sua vez, diz respeito a todas as despesas envolvidas para obter a receita como contrapartida. Envolve tecnologia, pessoas e recursos financeiros, ou seja, entra no cálculo todas as despesas necessárias para permitir determinado investimento.

Avaliação do ROI

Como saber se o ROI calculado é bom ou não? De modo geral, quando o resultado da fórmula do ROI for acima de zero, indica que não houve prejuízo em relação ao investimento. O contrário também é verdadeiro, ou seja, um valor abaixo de zero indica que houve prejuízo nesse investimento.

Foto do site pixabay

No entanto, ao avaliar um valor positivo de ROI deve-se levar em conta o tempo necessário para alcançar esse retorno. Se levou muito tempo, é importante considerar esta demora. Desta forma, pode-se dizer que um ROI verdadeiramente bom é aquele que resulta em um ganho em um curto período de tempo.

Porém, não se esqueça: mesmo as ações mais eficazes podem levar algum tempo para dar os resultados esperados, principalmente quando se trata de marketing digital. Por isso, dê um tempo razoável para que as campanhas tragam retorno. Uma solução para saber quando é necessário intervir é acompanhar o aumento do ROI ao longo dos meses, comparando o progresso com o prazo estimado de retorno.

Exemplo prático de cálculo do ROI

O blog do Agendor disponibilizou um exemplo prático para entender o cálculo do ROI. Veja:

Imagine, portanto, que você tenha que comparar os resultados de três ações de marketing digital que a sua empresa realizou para divulgar seu e-commerce. O tempo de duração foi de um mês. Com o resultado em mãos, é preciso decidir qual ação será mantida, para que todos os recursos sejam revertidos para ela. Acompanhe os resultados:

  • Links patrocinados: investimento de 15 mil em links patrocinados no Google revertendo em 25 mil em vendas.
  • Banners em grandes portais: investimento de 20 mil na veiculação de banners em grandes portais revertendo 35 mil em vendas.
  • Marketing de conteúdo: foram investidos 10 mil em marketing de conteúdo revertendo em 20 mil em vendas.

Assim, com base nos resultados, qual dessas campanhas obteve maior sucesso? Vamos calcular o ROI para saber:

Campanha 1 – links patrocinados:

ROI = [(25 – 15) / 15] x 100

= (10 / 15] x 100

ROI = [0,67] x 100 = 67%

Isso quer dizer que a cada real investido, houve um retorno de 1,67 reais, isto é, um lucro de 67 centavos a cada real investido.

Campanha 2 – banners em grandes portais:

ROI = [(35 – 20) / 20] x 100

= (15 / 20] x 100

ROI = [0,75] x 100 = 75%

Isso quer dizer que a cada real investido, houve um retorno de 1,75 reais, isto é, um lucro de 75 centavos a cada real investido.

Campanha 3 – marketing de conteúdo:

ROI = [(20 – 10) / 10] x 100

= (10 / 10] x 100

ROI = [1,00] x 100 = 100%

Isso quer dizer que a cada real investido, houve um retorno de 2,00 reais, isto é, um lucro de 1 real a cada real investido.

Resposta final: com base nesse cálculo, a campanha 3 obteve o maior retorno percentual sobre o investimento. Ficou claro, não é mesmo?

Conclusão

Vimos que, para saber o quanto a sua empresa está ganhando ou perdendo com seus investimentos, você precisa calcular o ROI!

Em outras palavras, com o Retorno Sobre Investimento é um dos mais importantes indicadores financeiros de uma empresa e, com ele, é possível saber se a sua estratégia de investimento está dando certo ou não e também como melhorar ainda mais o que já está dando certo.

Além disso, é preciso levar em conta outros KPIs para uma avaliação mais completa e, assim, tomar decisões mais assertivas. Ficou interessado e quer saber mais sobre KPIs? Então não deixe de conferir esses dois artigos em nosso blog:

KPI Indicador-chave de desempenho

Indicador de desempenho: como saber se a sua estratégia está dando certo

Sobre Karine Iria

Mestra e Doutora em Economia Doméstica

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.